•  

    Noite de verão!

    dois corpos, se entregando,

    se deleitando um no outro

    se explorando mutuamente

    seus sentidos estão no auge

    num aroma de rosas

    ao som de uma suave melodia

    seus toques suaves

    se olhando nos olhos um do outro

    suas línguas se tocando

    ora em breves encontros

    ou em lutas de loucura

    seus corpos nus

    deitados num leito de seda

    se entrosando um no outro

    nunca sabendo onde começa o corpo de um

    ou termina o corpo do outro

    se tocando, se beijando

    por todo o lado

    se sorvendo

    ele suavemente lhe beijando o pescoço

    enquanto suas mãos sobem de sua cintura

    sobre seus seios erectos

    ela o beija no peito mordiscando-lhe os mamilos

    entre as suas pernas uma suave humidade

    lhe pede por ternura

    ele passando a mão entre suas pernas

    sentindo sua suavidade seus desejos

    beija-a

    entre suas pernas

    penetrando-a com sua língua

    ela o procura e sente seu membro já erecto

    o buscando

    o sorvendo

    se envolvendo

    num cruzamento sensual

    ele sentindo o vibrar do corpo dela

    a deixa a explodir de tesão

    lhe penetra suavemente

    profundamente

    levando-a a nova explosão

    ela o agarra com as unhas em suas costas

    cravando-as na sua pele

    a dor que lhe provoca

    o faz perfurar mais fundo ainda

    e num desencadear de caricias e beijos

    se amam

    por completo

    são delírios

    são loucuras

    de uma noite apenas

    delírios que não terminam

    até ambos exaustos

    adormecem nos braços um do outro

    acordando

    e repetindo-se

    de varias formas

    que ambos anseiam

    uma noite de entre muitas que jamais esqueceram

     

    de: Jony be good

    em memórias de um Romeu

    dedicado a uma Julieta


    votre commentaire


    Suivre le flux RSS des articles de cette rubrique
    Suivre le flux RSS des commentaires de cette rubrique