• Poemas de amigos

    São poemas escritos por meus amigos.

    Não são escritores mas também merecem um cantinho de destaque.

     

    Há quem diga que todas as noites são de sonhos...
    Mas há também quem diga que nem todas...
    Só as de verão...
    Mas no fundo isso não tem muita importância...
    O que interessa mesmo não são as noites em si...
    Mas sim os sonhos...
    Sonhos que o homem sonha sempre...
    Em todos os lugares, em todas as épocas do ano...
    Dormindo ou acordado...
    William Shakespeare

    Poemas de amigos

  • -Os meus dedos percorrem

    A pele de tuas costas

    Um gemido fremente

    Será um arrepio estridente?

    Desenhos animados

    Nas tuas costas

    Foram marcados 

    Com meus dedos

    Doirados.

    Fernando G.Santos


    votre commentaire
  • -Quero embriagar-me com o teu cheiro, provar esse doce mel que brota dos teus lábios. Fazer desenhos profundos na tela da tua pele, hipnotizar-me e perder-me na imensidão azul dos teus olhos. Saciar esta loucura que me consome lentamente de te abraçar eternamente.

     

    Autor; Fernando Galvão


    votre commentaire
  • EU QUERO!

    Eu quero!

    Sentir teu beijo,

    Sentir o sabor de tua boca!

    Sentir minha lingua em tua lingua!

    Sentir-me um pedaço de ti!

    Como eu te sinto,

    Um pedaço de mim!

    Eu quero!

    Ser tudo o que és para mim

    Que te sintas nas nuvens,

    Como eu me sinto quando estou em teus braços

    Que sintas todo meu carinho

    Sintas minha paixão crescendo em ti!

    Eu quero!

    Sou egoista sim

    Eu quero tudo isso para mim

    Como quero tudo isso para ti

    Quero ser teu, quero-te minha

    Quero teu amor, quero amar-te por completo

    Quero teu beijo

    Doce e amargo

    Quero sentir cada pedaço

    Do bolo que nos envolve

    Quero mais e mais

    Eu sei

    Te peço demais

    Quero

    Quero tudo

    Quero mais

    Quero mexer contigo

    Como mexes comigo

    Quero algo único

    Algo nosso

    Algo belo

    Pois de uma grande amizade

     

    Pode nascer um grande amor

     

    Autor: João Junior


    votre commentaire
  • meu pensamento é o vento

    que percorre teu corpo


    suavemente pousando

    em cada pequeno pedaço


    acariciando

    beijando

    percorrendo cada gota de teu suor

    secando cada pedaço de tua pele

    meu pensamento é o vento

    brisa suave em tua alma

    sobrevoando teu cabelo


    meu pensamento é o vento


    em minha loucura na tua loucura


    encontrei o calor da noite

    aqui deitado

    escrevendo

    pensando...

     

    Autor:

    Romeu dedicou a Julieta diretamente da chat

    20 de dezembro de 2013


    votre commentaire
  •  

    Apelo de Julieta

    Com sua rouca voz,
    Julieta chama por seu Romeu!
    Este perdido no infinito, procura por esse apelo!
    Não ouve o pobre sofrido!
    Pois bem longe se encontra.

    Romeu sem saber por onde ir
    Se ergue em seu corcel, branco!
    Busca pela voz de sua amada,
    Busca o perfume de sua pele,
    Busca a suavidade de sua pele

    Almejando aquele encontro desejado
    Por ambos guerreiros de amor
    Querendo seus corpos juntar
    Para deleite daquela noite

    Jorram beijos, abraços e toques
    Em suor seus corpos rapidamente ficam
    Naquela noite de desejo
    Todas as barreiras quebram

    Apela Julieta por seu amado
    Apela romeu por sua donzela
    Ambos se entregaram por inteiro
    Naquela noite de sedução

    Em breves momentos
    Seus corpos desejados
    Buscam um no outro
    A pureza da sua entrega

    Tudo o liquido partilhado
    Os aromas carnais impregnados
    Ao som de vozes de loucura
    Em suaves toques acariciados

    Suas peles em uma só
    Seus desejos são únicos
    Romeu segue ao som de Julieta
    O caminho daquela união

    João Junior 20/12/2013


    votre commentaire


    Suivre le flux RSS des articles de cette rubrique
    Suivre le flux RSS des commentaires de cette rubrique